Transforme os dados dos seus eleitores em informação

Uma grande base de eleitores, por si só, pode não trazer os resultados esperados caso estes dados não sofram um processo de transformação. Neste processo, serão aplicados conhecimentos para a seleção, organização e manipulação desta base.

Dados x Informação

É comum em nosso dia-a-dia ouvirmos muito a respeito de dados e informação. Mas você já parou pra pensar qual a real diferença entre essas duas nomenclaturas? Grande parte das pessoas tem o entendimento que tratam-se da mesma coisa, imaginando que o conceito é o mesmo para ambos. Mostraremos a seguir a diferença e a importância para o sucesso na tomada de decisões e ações a serem executadas em um pleito eleitoral.

O dado, por si só, não possui relevância e não conduz a nenhuma compreensão. Como representa algo que a princípio não tem sentido, não tem valor algum no processo decisório e nas ações a serem tomadas.

Já a informação, trata-se da organização dos dados permitindo que se extraia um significado e possibilitando a compreensão em um determinado contexto.

Ambos são a base para a geração de conhecimento, a partir dos dados e informações o político e sua equipe poderão obter uma análise mais ampla de sua base política.

A informação e o conhecimento têm papel fundamental nos ambientes políticos, porque todas as atividades desenvolvidas, desde o planejamento até sua execução propriamente dita, assim como o processo decisório, são apoiadas por informação e conhecimento. Esse fato é conhecido dos políticos que, de certa forma, tentam, por meio de softwares, resolverem ou amenizarem as questões inerentes à informação e ao conhecimento.

A importância de utilizar um sistema de informação

O indivíduo multiplicador (assessor, cabo eleitoral, eleitor influenciador, blogueiro ou qualquer pessoa responsável por multiplicar o alcance e potencializar a captação de eleitores) gera, compartilha e usa informação e conhecimento e, por meio dessas ações, alimenta a estrutura política, que o retroalimenta.

Essa dinâmica é inerente ao indivíduo multiplicador, ao escritório político e suas bases de apoio. Daí a importância da gestão eficiente da informação e do conhecimento por meio de software.

Para muitos gestores, resume-se à implantação de uma tecnologia que dará maior agilidade às questões informacionais, não observando outros elementos fundamentais para esse gerenciamento, como por exemplo, a comunicação, a estrutura (formal e informal), a racionalização (fluxos e processos) e, principalmente, as redes de relacionamento.

É um erro acreditar que a gestão deve focar um único elemento, pois todos os elementos inerentes à informação e conhecimento precisam fazer parte deste contexto. O software a ser utilizado deve estar preparado para trabalhar com todos estes elementos que são fundamentais para o sucesso político.